PUB

chamusca festival7

PUB

fngastronomia

Um ajudante de padeiro, de 62 anos, vai aguardar julgamento em prisão preventiva por ser suspeito de ter dado origem a dois fogos que deflagraram numa zona rural em Vale da Rosa, concelho de Rio Maior, no passado dia 3 de junho.

Slide thumbnail

Segundo um comunicado da Polícia Judiciária (PJ), o arguido, que reside nesta aldeia e tem antecedentes criminais, terá ateado dois incêndios “em zona de mato e floresta junto a residências com recurso a chama direta”
O autor foi ouvido em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Santarém, no dia 5 de junho, depois da investigação do Departamento de Investigação Criminal de Leiria ter recolhido provas “que esclareceram as circunstâncias em que ocorreram os incêndios florestais”, com a colaboração da GNR de Rio Maior.
“A pronta intervenção dos bombeiros evitou que o incêndio tomasse outras proporções, que pusesse em perigo a vida, a integridade física ou bens patrimoniais de terceiros, atendendo à existência de floresta e habitações nas imediações”, acrescenta ainda o comunicado da PJ.

 



PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

feira santos

PUB

Quem está Online?

Temos 634 visitantes e 0 membros em linha